Como ser eficiente na gestão de uma transportadora

A movimentação de carga é um setor importante para a economia de um país e, por isso mesmo, a gestão para transportadoras deve ser empregada com rigor e determinação nas empresas que atuam na área. 

Uma transportadora deve entender de logística, compreender o funcionamento da malha rodoviária e as técnicas aplicadas pelos clientes no quesito de disposição de carga e descarga.

Além disso, é preciso manter um planejamento adequado para as operações de rotina. A formalização de parcerias comerciais e contato frequente com profissionais do setor é essencial para o bom funcionamento para distribuição de produtos país afora. 

As metodologias empregadas nas empresas transportadoras tornam a logística mais eficiente, tornando o lead-time sendo melhor aproveitado em um espaço de tempo proveitoso.

A seguir serão apresentadas 3 metodologias que podem ser aplicadas em uma transportadora, visando a melhoria da gestão administrativa e o encaminhamento dos produtos para todos os cantos do país.

1. APM visa agilidade nos processos

A sigla APM remete a Agile Project Management, ou em tradução livre “Gerenciamento de Projetos Ágeis”. Aplicada em muitas empresas, essa metodologia visa a aceleração de processos, separando por etapas que exigem muito trabalho de maneira fracionada.

Assim como as agências de publicidade precisam despachar materiais de divulgação para diversos canais de comunicação e para o Marketing Digital, as transportadoras podem ampliar a área de atendimento com uma gestão mais abrangente e agilizada.

No setor de logística, essas etapas menores podem ser observadas em operações como carga e descarga, mapeamento prévio das rotas e adaptação de tecnologia nos ambientes internos, para manutenção de:

  • Aquisição de suprimentos;
  • Controle de estoque;
  • Elaboração de relatórios;
  • Gerenciamento de armazém;

As tarefas são realizadas dentro do tempo correto de cada um, partindo do menos trabalhoso ao que exige maior atenção e cuidado. Isso envolve mão de obra especializada em cada setor logístico, para que tudo funcione de maneira contínua.

2. Canvas proporciona apelo visual

As imagens são poderosas, e podem ser decifradas em um curto espaço de tempo. 

Essa proposta está nas redes sociais, como o Instagram Ads que permite que os serviços prestados por uma transportadora possam ser visualizados por meio de fotos dos trabalhos nas estradas e centros de distribuição.

A metodologia Canvas tem como prioridade as tarefas divididas em etapas distintas. Porém, elas são apresentadas em um painel no formato horizontal, e que pode ser progressivo a partir da esquerda para a direita. 

Cada processo é apontado neste painel, facilitando a gestão da transportadora que visualiza em que etapa está o atendimento a determinado cliente, conforme o caminhão e o profissional disponível, assim como a rota traçada.

Dividido por colunas, as etapas podem ser separadas, por exemplo, no seguinte formato:

  • Entregas pendentes;
  • Cargas para veículos;
  • Transporte em andamento;
  • Descarga no ponto final;
  • Finalização de entrega.

Tudo isso pode ser aplicado em programas personalizados para as transportadoras que trabalham com logística de carga de matéria-prima ou bens de consumo intermediários e produtos para distribuição ao mercado consumidor. 

O uso do Canvas pode ajudar na gestão da transportadora em outros setores, com uma configuração apropriada para melhor adequação à rotina de trabalho administrativo e de todas as equipes envolvidas.

3. Padrão de qualidade elevado ao 5S

Uma metodologia que tem como berço o Japão é muito difundida no mundo corporativo, e que pode ser adaptada ao meio logístico, pois o 5S trata da aplicação de senso de:

  • Disciplina;
  • Limpeza;
  • Organização;
  • Padronização e saúde;
  • Utilização.

Assim como anunciar no Google Ads é importante para que as empresas de transporte e logística tenham destaque no ranqueamento no site de busca, o 5S é um método que pode ser muito útil para se destacar entre os concorrentes.

De forma abrangente, essa metodologia deve ser acompanhada por todas as equipes de trabalho, para que tenham efeito satisfatório nos serviços prestados para os clientes.

A parte de gestão exige dos profissionais responsáveis a aplicação de monitoramento, conscientização da importância de cada um em toda a engrenagem e treinamento aplicado entre os colaboradores.

4. Conclusão

Há outras metodologias que podem ser aplicadas em uma transportadora, conforme o conhecimento dos gestores e o modelo de negócio que se segue no segmento de logística.

Por isso é importante conhecer quais estão à disposição, e qual a melhor metodologia que se encaixa para centralizar os dados e informações essenciais para que o trabalho seja realizado de forma plena.

Da mesma forma como funciona o Facebook Ads para a divulgação de empresas nas redes sociais, as metodologias de gestão servem para controlar a recepção e o envio de cargas de maneira organizada.

A identificação prévia de riscos permite evitar determinados erros previsíveis, promovendo com excelência um segmento essencial quanto a movimentação de carga para todo o país.